20.09.2018 | 17h43

Adversários sobem o tom contra líderes

A propaganda mais “agressiva” de Geraldo Alckmin deve ir ao ar no horário eleitoral da noite, como revelou o BR18. Mas durante o programa do início da tarde os adversários de Jair Bolsonaro já subiram o tom contra a polarização entre o candidato do PSL e Fernando Hadadd (PT).

O tucano chamou os petistas de “a turma de vermelho, que quer o fim da Lava Jato” e a chapa de Bolsonaro de “a turma do preconceito, da intolerância e do ódio a tudo e todos”. Henrique Meirelles (MDB) também fez críticas. Disse que ninguém confia em gente “desequilibrada” nem em “corruptos”.


VOLTAR PARA O ESTADÃO