11.08.2018 | 15h12

Adriana Ancelmo de salto alto em Gericinó

O Ministério Público do Estado do Rio investiga regalias oferecidas à mulher do ex-governador Sérgio Cabral Adriana Ancelmo no Complexo Penitenciário de Gericinó: recebimento de ceias de Natal e Reveillon, liberada de levantar da cama durante inspeções de rotina, dispensada das revistas após as visitas e sequer pode ser chamada de “presa” como as demais detentas.

O MP pede o afastamento da diretora Rita de Cássia Alves Antunes por improbidade administrativa, informa Roberta Jansen, do Estadão.


VOLTAR PARA O ESTADÃO