21.04.2018 | 08h01

Adivinha só quem vai pagar pelo ‘showmissa’…

Como era de se esperar, parlamentares petistas já começaram a repassar a fatura dos atos políticos pró-Lula realizados nos dias 5, 6 e 7 de abril, quando finalmente o ex-presidente foi preso.

Segundo relata o Estadão, pães de queijo, uber, lanches e refeições, além, é claro, de passagens aéreas compradas em cima da hora, foram alguns dos gatos registrados na notas repassadas ao Congresso Nacional.


VOLTAR PARA O ESTADÃO