02.07.2018 | 06h10

Acordo da Odebrecht empaca em SP

Dois acordos fechados pela Odebrecht com o Ministério Público Estadual empacaram por falta de homologação da Justiça.

Reportagem do Estadão informa que os dois termos negociados com a Promotoria de Patrimônio do MP paulista depois da delação premiada de executivos do grupo na Lava Jato, que estabelecem multas e condições para que a empresa volte a tocar obras públicas no Estado, implicam ao menos cinco agentes públicos, entre eles o ministro e ex-prefeito Gilberto Kassab.


VOLTAR PARA O ESTADÃO