14.08.2018 | 17h51

Ações sobre ‘penduricalhos’ paradas no STF

Ao menos 16 ações que discutem a constitucionalidade de “penduricalhos” recebidos por juízes federais e estaduais estão pendentes de julgamento no STF. Segundo reportagem do Valor, algumas estão paradas na Corte há mais de sete anos. Apenas três já estão incluídas na agenda para análise do plenário.

As ações questionam diversos privilégios, como o pagamento despesas médicas e educacionais, gratificações por cargos de direção, bônus por permanência na função e auxílio-moradia. Como os benefícios não são incluídos no cálculo do salário, aumentam o ganho dos magistrados para além do teto constitucional, de R$ 33,7 mil, no caso de ministros do STF. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO