26.02.2019 | 12h53

Aceno à oposição vai falhar?

Pela reforma da Previdência, o presidente Jair Bolsonaro fez um primeiro aceno à oposição e convidou o PDT e o PSB para a reunião que fará nesta terça-feira, 26, no Planalto com líderes partidários da Câmara. A ideia é abrir diálogo com siglas que, mesmo fora da base aliada, podem dar votos para aprovar a reforma da Previdência.

A estratégia, porém, não foi bem-sucedida até agora. Os líderes das duas legendas já avisaram que não irão ao encontro e criticaram a ausência de convite para os demais partidos de oposição, como o PT, o PSOL e o PCdoB, informou o Estadão.


VOLTAR PARA O ESTADÃO