02.07.2018 | 16h33

Ação popular contra ‘salário-esposa’

Os advogados Marcelo Feller e Ricardo Amin Abrahão Nacle entraram com uma ação popular contra a Prefeitura de São Paulo, na sexta-feira, 30, por causa do pagamento do chamado “salário-esposa” aos servidores do Tribunal de Contas do Município (TCM-SP), segundo o site Consultor Jurídico.

Os advogados alegam que o “salário-esposa” é uma forma de “discriminação remuneratória” e pedem a suspensão imediata do pagamento do benefício, concedido aos homens casados ou que vivem com mulheres que não trabalham. Eles alegam também que o “salário-esposa”, cujo aumento foi aprovado pela Câmara Municipal na semana passada, afeta o “princípio da razoabilidade, quando concedido no âmbito da função pública”. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO