12.07.2018 | 08h04

Ação de improbidade complica situação de Crivella

Na ação por improbidade proposta contra Marcelo Crivella nesta quarta-feira, o Ministério Público do Rio de Janeiro aponta o uso de escolas da rede municipal do Rio pela Igreja Universal, à qual o prefeito é ligado, para promover “atendimento espiritual” e ações sociais. A denúncia chegou aos promotores por professoras da rede, informa O Globo.

A ação complica a já delicada situação política de Crivella. Nesta quinta-feira a Câmara do Rio realiza sessão extraordinária, interrompendo o recesso, para analisar um pedido de impeachment contra o prefeito.


VOLTAR PARA O ESTADÃO