20.09.2018 | 15h32

Acabou o amor na eleição

Com pouco mais de duas semanas até o dia da eleição, os candidatos não têm mais tempo para testar estratégias e os ataques estão se tornando duríssimos. O importante, agora, é conseguir algum tipo de reação nas pesquisas.

O novo tom de campanha adotado por Geraldo Alckmin contra Jair Bolsonaro, associando-o a Hugo Chávez, por exemplo, e as críticas mais pesadas que Ciro Gomes e Marina Silva estão fazendo contra Fernando Haddad mostram que a reta final será de pura pancadaria política. /M.M.

 


Mais conteúdo sobre:

Geraldo AlckminJair Bolsonaro
VOLTAR PARA O ESTADÃO