19.09.2018 | 20h29

Aborto com Marina só via plebiscito

Marina Silva só aceita expandir as situações em que o aborto é aceito no Brasil via plebiscito. Em evento da revista Veja nesta quarta-feira, 19, a presidenciável do Rede disse que vetaria caso o Congresso descriminalizasse a prática no País. “Se o Congresso decidir (sobre o aborto), eu vetaria. Se for um plebiscito, acho que é uma decisão soberana da sociedade”, disse.

“Se for para ampliar (as previsões do aborto em lei), que 513 deputados não substituam 200 milhões de brasileiros, nem 81 senadores, o presidente não convoca plebiscito nem muda leis do Congresso, agora, se por decisão soberana no plebiscito a sociedade decidir que é isso, estamos em uma democracia e um Estado laico”, afirmou.


VOLTAR PARA O ESTADÃO