08.01.2019 | 12h21

A volta do ‘nunca antes’?

“O novo governo chega com boas ideias na economia, mas certas mudanças que ele anuncia como sendo novidade absoluta já estavam em curso. Nos bancos federais, por exemplo, os presidentes tiveram liberdade de escolher seus diretores nos últimos três anos”, escreveu Míriam Leitão no Globo.

Segundo a colunista, a administração dos bancos mudou nos últimos tempos, por isso, é fundamental que Jair Bolsonaro e Paulo Guedes indiquem de qual período falam quando apontam “assaltos” e “rombos”. Nesse sentido, é necessário que Bolsonaro não caia no discurso fácil do “nunca antes”.


VOLTAR PARA O ESTADÃO