01.04.2018 | 07h47

A ‘vaquinha’ dos protestos contra Lula

Os organizadores das manifestações contra a caravana de Lula pelo Paraná fizeram até “vaquinha” pelo WhatsApp para arrecadar o dinheiro necessário para viabilizar os atos, segundo reportagem do jornalista Pablo Pereira no Estadão deste domingo, 1º de abril.

Ele informa que o grupo “antilula”, criado no WhatsApp,  chegou a ter quase 800 pessoas em três relações de 256 integrantes ativos, coordenados pela consultora de marketing Edna Faust, militante do Vem Pra Rua e moradora de Francisco Beltrão (PR), a 471 quilômetros de Curitiba, onde a caravana do petista foi impedida de  entrar, na segunda feira, 26. / J.F.

 


Mais conteúdo sobre:

Vem Pra RuaLulacaravanaprotestos
VOLTAR PARA O ESTADÃO