13.08.2018 | 08h20

A transferência Lula-Haddad

Há uma clara defasagem entre aqueles que dizem, em pesquisas, que votariam com certeza ou poderiam votar num candidato apoiado por Lula e os que declaram voto em Fernando Haddad nessas mesmas pesquisas. Em artigo em seu blog, o jornalista Alon Feuerwerker especula sobre as razões dessa diferença e se o PT terá força para realizar esse potencial de transferência e chegar ao segundo turno.

“A diferença oceânica entre as audiências do debate da Band e do evento paralelo feito pelo PT na internet vai fazendo cair a ficha de quem acreditava que esta eleição seria decidida “nas redes sociais”. E, como o noticiário já registra, o PT parece ter percebido que a campanha “alternativa” já deu o que tinha de dar. Hora de virar a chave.”


VOLTAR PARA O ESTADÃO