05.09.2018 | 18h58

A torcida de Wall Street por Bolsonaro

Em artigo publicado na Folha nesta quarta-feira, 5, o  editor-chefe da revista Americas Quarterly, Brian Winter, analisa por que Wall Street torce pela vitória de Bolsonaro, apesar de suas posições históricas contra a austeridade e de ele dizer que não entende de economia e quer mudar a composição do STF. Segundo ele, muitos investidores prefeririam Alckmin. Mas, com a estagnação  do tucano nas pesquisas e a aproximação de Bolsonaro com Paulo Guedes, adepto das ortodoxia econômica, a maré está mudando.

Na avaliação de Winter, muitos investidores olham para o caso de Trump, que no passado foi filiado ao Partido Democrata e agora vem realizado os maiores sonhos republicanos, com o corte de impostos e a desregulamentação da economia, como exemplo. “Os mercados financeiros estão sujeitos a modas, e a coerência ideológica está fora de moda. Basta a explicação de Bolsonaro: ‘As pessoas evoluem'”, diz Winter. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO