20.09.2018 | 22h40

A soberba de Haddad

Se o debate do pool de emissoras católicas em Aparecida servir para avaliar os “pecados capitais” dos candidatos, o de Fernando Haddad até aqui é a soberba.

A despeito de ter o principal padrinho, Lula, preso por corrupção e lavagem de dinheiro, e da crise legada por Dilma Rousseff, o petista partiu para o ataque contra Henrique Meirelles e Geraldo Alckmin pelo apoio a propostas do governo Michel Temer. Para quem participa do primeiro debate e ainda é pouco conhecido, fez uma aposta arriscada no tom de voz incisivo –o que o faz correr o risco de soar arrogante. / V.M.


Mais conteúdo sobre:

#DebateAparecidaFernando Haddad
VOLTAR PARA O ESTADÃO