24.09.2018 | 10h54

A roda gigante da política

Dois anos atrás, depois da vitória acachapante de João Doria contra Fernando Haddad pela Prefeitura de São Paulo, seria chamado de lunático quem dissesse que, em 2018, o petista teria chances reais de se eleger presidente e o tucano estaria sofrendo para bater Paulo Skaf na disputa pelo governo de São Paulo. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

João DoriaFernando Haddad
VOLTAR PARA O ESTADÃO