30.05.2018 | 07h12

A ressaca da ‘greve’

O saldo da greve dos caminhoneiros não é bom para ninguém: o governo assinou seu atestado de óbito, a economia sofre um baque enorme e candidatos à Presidência se perderam entre a covardia e o oportunismo.

Fiz o balanço da ressaca geral na coluna desta quarta-feira no Estadão, em que vejo a sociedade como a maior perdedora. “Se ao menos a ressaca moral servir para que ela vá para a próxima festa, a das eleições, menos disposta a pagar mico e mais ciosa do País que quer construir, quem sabe a dor de cabeça não terá sido didática?” / Vera Magalhães


VOLTAR PARA O ESTADÃO