03.11.2018 | 18h54

‘A resistência veio antes do fascismo’

Em artigo publicado no jornal Gazeta do Povo na sexta-feira, 2, o jornalista e escritor Guilherme Fiuza analisa o tal movimento de “resistência” articulado pelo PT e por seus aliados contra o presidente eleito Jair Bolsonaro.

“Já começou a resistência contra o fascismo. Só falta o fascismo chegar, mas isso é problema dele”, afirma. “A esperança desses democratas intrépidos era um ladrão condenado, passou por um boquirroto destemperado (que agora está atacando o tal ladrão), derivou para um suplente de presidiário – com o qual morreu na praia – e agora quer ressuscitar contra o fascismo imaginário. Eles já mostraram que resistem a tudo. Menos ao ridículo.” / J.F.

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO