16.07.2018 | 15h49

A rede de intrigas entre os ‘marineros’

À primeira vista, o Rede Sustentabilidade, partido de Marina Silva, pré-candidata à Presidência, pode parecer imune a crises internas. Mas, por trás das aparências, prospera uma rede de intrigas e dissidências na legenda. Segundo reportagem do Globo, ex-integrantes do Rede criticam a atuação do núcleo próximo a Marina e dizem que suas práticas diminuíram a democracia interna.

“A verticalização aplicada pelos mais próximos de Marina produziu um efeito devastador, fazendo com que muitos se afastassem”, afirma Nelson Pedroso, o ex-presidente do diretório regional do Rede em São Paulo, que se desligou da sigla. “(O Rede) virou uma burocracia partidária como qualquer outra”, diz Samuel Braun, ex-presidente do diretório do Rio de Janeiro, que também deixou a legenda após discussões com a Executiva Nacional e foi para o PSB. / J.F.


Mais conteúdo sobre:

redeMarina
VOLTAR PARA O ESTADÃO