26.09.2018 | 18h44

A reação tardia de Marina

A dez dias das eleições e depois de perder musculatura eleitoral durante a campanha, Marina Silva partiu para cima dos adversários, pediu apoio das eleitoras por ser a única candidata do debate do SBT contra sete homens e criticou a força do Centrão, a aliança do PT com Michel Temer e MDB, entre outros pontos.

O problema é que, apesar de todo esse esforço, pode já ser tarde demais para Marina conseguir impressionar o eleitorado. Com uma campanha limitada pela pequena estrutura de seu partido e pela falta de alianças (somente se coligou com o PV), a candidata da Rede tem sido batida pela polarização entre Jair Bolsonaro e Fernando Haddad. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

#DebateSBT
VOLTAR PARA O ESTADÃO