24.09.2018 | 15h32

A promessa pós-eleição de Temer

Michel Temer fez uma promessa para empresários durante reunião-almoço em Nova York: passadas as eleições, vai retomar a tentativa de aprovar a reforma da Previdência no Congresso. “O déficit previdenciário é elevado demais. Não podemos legar, a nossos filhos e netos, um sistema de Previdência sob ameaça, nem um orçamento que seja quase todo tomado por gastos previdenciários”, disse.

Não falou como irá articular isso com o próximo presidente. Disse, entretanto, que tem três consensos com todos os candidatos:  “Nenhum põe em dúvida a democracia. Nenhum questiona a responsabilidade fiscal. Nenhum propõe reduzir a rede de proteção social que desenvolvemos nos últimos anos”. Precisa ver se todos os presidenciáveis concordam com o presidente, já que alguns falam em revogar as reformas enquanto trocam acusações de “autoritarismo”.


VOLTAR PARA O ESTADÃO