29.03.2018 | 17h44

A planilha contábil com a sigla MT

O ministro Luís Roberto Barroso fez menção a uma planilha com as iniciais MT no despacho que pediu a prisão dos amigos do presidente Michel Temer, revelado nesta tarde de quinta-feira, 29, pela Veja.

“Dos documentos colhidos nos autos do INQ 3105/STF, destaca-se planilha contábil em que aparece, como recebedores de recursos das empresas Libra, Rodrimar e Multicargo as siglas MT, MA e L, que permitem supor que sejam o excelentíssimo senhor Presidente da República, Michel Temer, Marcelo Azeredo, presidente da Codesp, entre 1995 e 1998, indicado por ele e o amigo pessoal do senhor presidente, João Batista Lima Filho”.


Mais conteúdo sobre:

Michel TemerLuís Roberto Barroso
VOLTAR PARA O ESTADÃO