19.05.2018 | 16h53

A Opinião do Estadão: Vexame no mercado

“A decisão do Copom seguiu rigorosamente o padrão indicado pelo presidente do BC. O foco principal foi, como sempre, a perspectiva de inflação. As contas foram refeitas, com inclusão de um dólar mais alto (cotado a R$ 3,60), e o novo cálculo indicou inflação de 4% em 2018 e a mesma taxa em 2019. Esse detalhe aparece em nota distribuída ao anoitecer de quarta-feira, logo depois da reunião do Copom. Com os preços aumentando 4%, 0,5 ponto mais que na projeção baseada nas condições anteriores, a inflação ficaria, de novo, bem perto da meta de 4,5% e dentro da área de tolerância.”

Trecho de editorial do Estadão deste sábado, 19.


Mais conteúdo sobre:

Editorial Estadão
VOLTAR PARA O ESTADÃO