08.10.2018 | 07h00

A Opinião do Estadão: Uma escolha muito difícil

“O segundo turno da eleição presidencial vai opor duas candidaturas que se nutriram dos antagonismos que hoje parecem predominar na sociedade brasileira, à esquerda e à direita. Pela primeira vez desde a redemocratização do País, não haverá um candidato de centro na etapa final da disputa – ou seja, o eleitor, que tradicionalmente privilegiou a moderação, a despeito do calor das campanhas, optou pelos extremos, denotando seu fastio com a política tradicional depois de anos de sucessivos escândalos.”

Trecho de editorial do Estadão nesta segunda-feira, 8.


Mais conteúdo sobre:

Editorial Estadão
VOLTAR PARA O ESTADÃO