30.08.2018 | 07h00

A Opinião do Estadão: Um recuo desastroso

“É desastrosa para as finanças públicas a decisão do presidente Michel Temer de não mais adiar para 2020 o reajuste dos vencimentos dos funcionários do Executivo inicialmente programado para o próximo ano. A desistência do presidente de editar medida provisória suspendendo os aumentos em 2019 é também péssima para os contribuintes, para o necessário ajuste das contas públicas que o próximo presidente da República terá de conduzir e, consequentemente, para o desempenho da economia.”

Trecho de editorial do Estadão desta quinta-feira, 30.


Mais conteúdo sobre:

Editorial Estadão
VOLTAR PARA O ESTADÃO