02.04.2018 | 18h01

A Opinião do Estadão: ‘Rigidez e ineficiência’

“Ainda que as propostas e programas do governo sejam os mais adequados aos interesses do País e que seus executores sejam os mais honestos e competentes, condições estruturais fizeram com que o efeito prático dessa combinação política e administrativamente ideal tenda a ser limitado.

O regime fiscal criado pela Constituição de 1988 e consolidado pela legislação ordinária dos últimos 30 anos engessou de tal modo o Orçamento da União que muito pouco dos recursos totais sobra para ser aplicado em programas e projetos novos.”

Trecho de editorial do Estadão desta segunda-feira, 2.


Mais conteúdo sobre:

OrçamentoGoverno federal
VOLTAR PARA O ESTADÃO