03.02.2019 | 12h04

A Opinião do Estadão: Reformar para crescer mais

“O Brasil continuará correndo atrás de seus vizinhos em 2023, um ano depois de concluído o mandato do presidente Jair Bolsonaro, segundo as projeções do Fundo Monetário Internacional (FMI). Isso ocorrerá se o governo for incapaz de elevar a capacidade produtiva e o potencial de crescimento da economia brasileira, estimado em pouco mais de 2% ao ano. A reforma da Previdência será uma condição essencial, mas outros passos serão indispensáveis para tornar o País mais dinâmico.”

Trecho de editorial do Estadão deste domingo, 3.


Mais conteúdo sobre:

Editorial Estadão
VOLTAR PARA O ESTADÃO