24.10.2018 | 07h00

A Opinião do Estadão: Reforma inevitável

“O mais recente relatório sobre a Situação da População Mundial, feito anualmente desde 1978 pelo Fundo de População das Nações Unidas (Unpfa), indica que as famílias brasileiras têm, em média, 1,7 filho, uma redução notável em relação aos anos 60, quando a média era de 6 filhos. Tal fenômenos se explica, diz o estudo, pelo maior acesso das mulheres às informações sobre contracepção e planejamento familiar, colocando o Brasil entre os países com as menores taxas de fecundidade do mundo – a média latino-americana é de 2 filhos, e a mundial, de 2,5.”

Trecho de editorial do Estadão desta quarta-feira, 24.


Mais conteúdo sobre:

Editorial Estadão
VOLTAR PARA O ESTADÃO