28.04.2018 | 12h17

A Opinião do Estadão: ‘Perdendo o fôlego’

“A recuperação do mercado de trabalho dá sinais de que está perdendo o fôlego. Depois de ter alcançado 13,7% da força de trabalho no primeiro trimestre do ano passado – seu ponto mais alto desde que a crise gerada pela desastrosa administração de Dilma Rousseff começou a destruir postos de trabalho –, a taxa de desocupação passou a cair, mas no trimestre móvel de janeiro a março de 2018 voltou a crescer.”

Trecho de editorial do Estadão deste sábado, 28.


Mais conteúdo sobre:

empregoEconomia
VOLTAR PARA O ESTADÃO