14.07.2018 | 12h00

A Opinião do Estadão: Partido estranho

“Na quarta-feira passada, durante votação do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2019, o líder do PSDB na Câmara, deputado Nilson Leitão, informou que o partido não teria um posicionamento oficial a respeito da proibição de reajustes para servidores públicos no ano que vem. O PSDB liberou a bancada para que cada parlamentar votasse como bem entendesse. Dos 25 deputados do partido que participaram da votação, 20 manifestaram-se a favor da permissão de aumento para o funcionalismo.”

Trecho de editorial do Estadão deste sábado, 14.


VOLTAR PARA O ESTADÃO