28.03.2018 | 14h22

A Opinião do Estadão: ‘Os juros e os desafios de 2019’

“Clareza tem sido uma qualidade cada vez mais presente na comunicação do Banco Central (BC), desde o ano passado. Mas, apesar disso, há algo intrigante, pelo menos à primeira vista, na ata da última reunião de seu Comitê de Política Monetária (Copom). Ajustes e reformas – como a da Previdência – são apontados como fundamentais para a sustentação de um ambiente de inflação baixa e estável e, portanto, para a redução dos juros estruturais da economia. Mas, além de fundamentais, serão também urgentes? Por quanto tempo será possível conduzir a política econômica sem a implementação de mudanças tão importantes? Não há resposta a essas questões, embora o texto mencione projeções de inflação para 2018 e também para 2019, o primeiro ano do futuro mandato presidencial.”

Trecho de editorial do Estadão desta quarta-feira, 28.


Mais conteúdo sobre:

reforma da previdênciajuros
VOLTAR PARA O ESTADÃO