21.02.2019 | 11h58

A Opinião do Estadão: O tom presidencial

“Não era esperado que Jair Bolsonaro mudasse sua natureza ao assumir a Presidência da República. Esperava-se, isso sim, que abandonasse o papel de candidato populista e adotasse um tom presidencial em suas ações. Agora, espera-se menos. Apenas que não minta à Nação.”

Trecho de editorial do Estadão desta quinta-feira, 21.


Mais conteúdo sobre:

Editorial Estadão
VOLTAR PARA O ESTADÃO