25.08.2018 | 07h00

A Opinião do Estadão: O Brasil no clube dos frágeis

“No caso do Brasil, a instabilidade cambial tem sido acentuada, segundo o banco, pela presença do ex-presidente Luiz Inácio da Silva nas pesquisas de intenções de votos e pelo risco de eleição de um político sem compromisso com a recuperação das finanças oficiais. O comentário destaca a dívida pública próxima de 90% do Produto Interno Bruto (PIB) e o risco de fortes pressões do mercado no caso de vitória de Lula.”

Trecho de editorial do Estadão deste sábado, 25.


Mais conteúdo sobre:

Editorial Estadão
VOLTAR PARA O ESTADÃO