04.10.2018 | 07h00

A Opinião do Estadão: Números do desastre petista

“A trágica herança deixada pelos últimos anos da era lulopetista na economia fica evidente também nos dados sobre a demografia das empresas que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) acaba de divulgar. Em 2016, último ano da desastrosa passagem de Dilma Rousseff pela Presidência da República, o Brasil perdeu 70,8 mil empresas, o que resultou na demissão de 1,6 milhão de trabalhadores. É o que mostra o estudo Demografia das Empresas e Estatísticas de Empreendedorismo 2016 divulgado pelo IBGE.”

Trecho de editorial do Estadão nesta quinta-feira, 4.


Mais conteúdo sobre:

Editorial Estadão
VOLTAR PARA O ESTADÃO