02.09.2018 | 07h28

A Opinião do Estadão: Normalidade restituída

“A campanha, tão decisiva para o futuro imediato do País, havia sido sequestrada pelo chefão petista, mas, felizmente, o TSE demonstrou firmeza e celeridade – essenciais diante dos prazos exíguos da campanha eleitoral – para impedir que tal artimanha prosperasse. Resta esperar que os demais tribunais superiores igualmente rejeitem dar qualquer sobrevida à farsa de Lula. Passou da hora de virar essa página.”

Trecho de editorial do Estadão deste domingo (2).


VOLTAR PARA O ESTADÃO