02.07.2018 | 07h00

A Opinião do Estadão: Militância antiprivatização

“Na quarta-feira passada, o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu, em duas ações, medidas cautelares contrárias às privatizações, em clara interferência do Poder Judiciário em seara alheia. Numa das ações, o relator justifica a urgência da liminar alegando o empenho do governo federal em levar adiante o Programa de Parcerias de Investimentos, aprovado na Lei 13.334/2016. É o uso deliberado da caneta do Judiciário para fazer oposição ao Executivo.”

Trecho de editorial do Estadão desta segunda-feira, 2.


Mais conteúdo sobre:

Editorial EstadãoSTF
VOLTAR PARA O ESTADÃO