08.02.2019 | 07h00

A Opinião do Estadão: Mais 12 anos de cadeia

“Lula da Silva não desiste. Condenado pela segunda vez por corrupção e lavagem de dinheiro, o ex-presidente da República continua a se dizer vítima de “perseguição política”. Com isso, quer fazer crer que todos os magistrados que decidiram contra ele – na 13.ª Vara da Justiça Federal de Curitiba, no Tribunal Regional Federal da 4.ª Região, no Superior Tribunal de Justiça e no Supremo Tribunal Federal – estão mancomunados, junto com “a imprensa, o mercado e os poderosos do Brasil e de fora”, para ‘apagar a lembrança” de Lula da “memória do povo pobre e trabalhador do Brasil’, conforme diz uma nota oficial do PT, que ele continua controlando.”

Trecho de editorial do Estadão desta sexta-feira, 8.


VOLTAR PARA O ESTADÃO