07.11.2018 | 07h00

A Opinião do Estadão: Hesitação perigosa

“No programa de governo que apresentou durante a campanha eleitoral, o agora presidente eleito Jair Bolsonaro não só prometeu fazer a reforma da Previdência, como adiantou que ‘a grande novidade será a introdução de um sistema com contas individuais de capitalização’, cujos optantes “merecerão o benefício da redução de encargos trabalhistas”. Agora, passada a eleição, Bolsonaro declarou que vê com “desconfiança” a prometida mudança do atual modelo de repartição para o de capitalização e que ainda “não está batido o martelo” sobre o assunto com seu futuro ministro da Economia, Paulo Guedes – principal formulador das propostas econômicas de Bolsonaro, entre as quais a da reforma da Previdência.”

Trecho de editorial do Estadão desta quarta-feira, 7.


Mais conteúdo sobre:

Editorial Estadão
VOLTAR PARA O ESTADÃO