13.02.2019 | 12h12

A Opinião do Estadão: Derrapando na crise argentina

“Principal parceiro no Mercosul e terceiro maior mercado para as exportações do Brasil, a Argentina em crise impõe uma trava à recuperação da indústria automobilística brasileira. Em janeiro, foram produzidos 196,8 mil veículos, 10,9% mais que em dezembro e 10% menos que um ano antes, segundo a associação nacional do setor (Anfavea). Esta queda é explicável pela redução das vendas externas. Foram vendidos apenas 25 mil veículos, número 46% menor que o de janeiro de 2018 e 21,1% inferior ao de dezembro. A menor demanda argentina puxou para baixo o total exportado. A participação do mercado argentino nas exportações brasileiras de veículos e máquinas automotoras caiu de 72% em 2018 para 56%. México e Colômbia ganharam participação porcentual nos negócios.”

Trecho de editorial do Estadão desta quarta-feira, 13.


Mais conteúdo sobre:

Editorial Estadão
VOLTAR PARA O ESTADÃO