05.01.2019 | 07h00

A Opinião do Estadão: Confusão

“Chacrinha, o velho guerreiro, pode ser um modelo para qualquer presidente da República, principalmente por sua competência, por sua imaginação e por seu empenho, nunca pelo mais notável de seus bordões: “Eu não vim para explicar, eu vim para confundir”. O presidente Jair Bolsonaro nunca deveria esquecer essa restrição. Se um governante é levado a sério, suas palavras têm peso e produzem consequências.”

Trecho de editorial do Estadão deste sábado, 5.


Mais conteúdo sobre:

Editorial Estadão
VOLTAR PARA O ESTADÃO