10.03.2019 | 17h13

A Opinião do Estadão: Combate à desinformação

“A adoção de medidas para conter o avanço de campanhas de desinformação nas redes sociais e outras plataformas digitais é uma das mais prementes questões a preocupar nações democráticas hoje. É grave o bastante em sua dimensão privada por contribuir para a formação de uma massa de cidadãos pouco capacitados para compreender a realidade tal como ela é – e assim construir a opinião com base em fatos, não em crenças ou filiações de qualquer natureza. Tanto mais perigoso é o problema do descontrole factual da informação porque esse expediente espúrio tem sido largamente adotado por governantes e agentes públicos em vários países para, por meio das redes sociais, criar discórdia entre cidadãos, privilegiar grupos sociais em detrimento de outros, impor interesses eleitorais sobre o interesse nacional, entre outros ataques à democracia”, diz trecho de editorial do Estadão neste domingo, 10.


VOLTAR PARA O ESTADÃO