11.11.2018 | 12h00

A Opinião do Estadão: Calamidade crônica

“A ser aprovada pela Alerj a prorrogação do estado de calamidade financeira do Rio por mais quatro anos, Wilson Witzel passará todo o mandato governando em condições fiscais mais favoráveis do que as de outros governadores eleitos. O estado de calamidade financeira crônica não pode ser um injusto instrumento de governo e menos ainda um prêmio para a irresponsabilidade.”

Trecho de editorial do Estadão deste domingo, 11.


Mais conteúdo sobre:

Editorial Estadão
VOLTAR PARA O ESTADÃO