05.11.2018 | 07h00

A Opinião do Estadão: Cada vez mais urgente

“As atuais administrações estaduais foram beneficiadas com o alongamento da dívida com a União, tiveram autorização para contratação de empréstimos com o aval do governo federal, ganharam mais prazo para pagar os precatórios judiciais, mas, em sua grande maioria, continuam em busca de socorro financeiro e não têm capacidade para cumprir o teto de gastos que acertaram quando tiveram seus compromissos financeiros renegociados”, diz trecho do editorial do Estadão, nesta segunda, 5.


Mais conteúdo sobre:

União
VOLTAR PARA O ESTADÃO