09.10.2018 | 07h00

A Opinião do Estadão: A vitória do cansaço

“As eleições de domingo passado representaram um duro revés para partidos e políticos tradicionais, transformando um deputado do baixo clero, filiado apenas recentemente a uma legenda inexpressiva, no principal eleitor do País. O candidato a presidente Jair Bolsonaro e seu partido, o PSL, são os maiores beneficiários de um movimento desorganizado e espontâneo que ansiava por alguém disposto a liderá-lo em seu desejo de castigar o lulopetismo e sanear o País, visto por esses brasileiros como visceralmente corrompido na política e nos costumes.”

Trecho de editorial do Estadão nesta terça-feira, 9.


Mais conteúdo sobre:

Editorial Estadão
VOLTAR PARA O ESTADÃO