13.09.2018 | 12h16

A Opinião do Estadão: A UE contra os extremos

“O Parlamento Europeu aprovou ontem, por 448 votos a favor e 197 contra, o relatório elaborado pela Comissão Parlamentar das Liberdades Cívicas, da Justiça e dos Assuntos Internos, de autoria da eurodeputada holandesa Judith Sargentini, que recomenda a adoção de uma série de medidas contra o governo da Hungria, liderado pelo primeiro-ministro Viktor Orbán. As sanções podem culminar na perda do direito de voto do país na União Europeia (UE) e na suspensão de subvenções econômicas.”

Trecho do editorial do Estadão nesta quinta-feira, 13.


Mais conteúdo sobre:

Editorial Estadão
VOLTAR PARA O ESTADÃO