16.10.2018 | 07h00

A Opinião do Estadão: A prepotência petista

“As análises estatísticas do primeiro turno da eleição presidencial mostram aquilo que todos já sabem: o PT continua a reinar soberano nos remotos grotões do País, onde eleitores sustentados pelo assistencialismo do Bolsa Família idolatram o chefão petista Lula da Silva. Foi basicamente esse clientelismo que impulsionou a transferência de votos de Lula para seu preposto na eleição, Fernando Haddad, levando o ex-prefeito paulistano para o segundo turno contra Jair Bolsonaro (PSL).”

Trecho de editorial do Estadão desta terça-feira, 16.


Mais conteúdo sobre:

Editorial Estadão
VOLTAR PARA O ESTADÃO