19.11.2018 | 07h00

A Opinião do Estadão: A ordem e a lei

“O respeito à lei pelos agentes do Estado é condição necessária para que haja ordem no País. Por isso, seria um grande equívoco entender o anseio pela ordem, manifestado nas urnas, como uma autorização para algum tipo de autoritarismo, seja em qual esfera for.

Não cabe ao Judiciário, em razão de uma suposta impunidade histórica, minimizar direitos e garantias individuais. Como não cabe ao Executivo entender que, para agradar à parcela do eleitorado, poderia ir além do que a lei permite. Ações assim só agravariam a desordem”, diz trecho de editorial do Estadão, nesta segunda, 19.


Mais conteúdo sobre:

ordem
VOLTAR PARA O ESTADÃO