27.04.2018 | 12h53

A Opinião do Estadão: A judicialização da saúde

“Atendendo às reivindicações de pacientes de doenças graves que buscam medicamentos de última geração, a Corte reconheceu que, pela Constituição, o poder público é obrigado a fornecê-los sem custo. Mas, acolhendo ao mesmo tempo as reclamações das autoridades da área da saúde, para as quais a distribuição gratuita desses remédios compromete o planejamento dos Estados e municípios e desorganiza as finanças públicas, o STJ estabeleceu três regras para que possam ser concedidos.”

Trecho de editorial do Estadão nesta sexta-feira, 27.


Mais conteúdo sobre:

Editorial Estadão
VOLTAR PARA O ESTADÃO