14.02.2019 | 07h00

A Opinião do Estadão: A contenção do PCC

“Com autorização da Justiça, o governo do Estado de São Paulo transferiu a cúpula do Primeiro Comando da Capital (PCC) para presídios federais de segurança máxima. Entre os presos está o líder da facção criminosa, Marcos Willians Herbas Camacho, conhecido como “Marcola”, preso desde 1999. Trata-se de uma das mais incisivas ações do Estado contra a mais rica e violenta quadrilha em atividade no País. Espera-se que a medida, há muito esperada, sirva para minar o poder de ação do PCC e, consequentemente, trazer mais segurança aos cidadãos de São Paulo e dos Estados onde a quadrilha fincou presença a ferro e fogo nos últimos anos.”

Trecho de editorial do Estadão desta quinta-feira, 14.


Notícias relacionadas

Mais conteúdo sobre:

Editorial Estadão
VOLTAR PARA O ESTADÃO