23.04.2018 | 06h58

A ode de Rosa ao direito

O voto de Rosa Weber no habeas corpus de Lula escreveu importante capítulo na história do respeito à colegialidade no STF. É o que escrevem Miguel Gualano de Godoy e Luiz Henrique Krassuski Fortes, doutor e mestre da UFPR, em alentado artigo no Jota.

“Em nossa compreensão, o voto da ministra Rosa Weber é uma ode ao Direito Processual Constitucional. E que há muito merece ser declamada na primeira pessoa do plural”, dizem os autores no artigo –cuja leitura é importante porque a ministra continua sendo o fiel da balança na discussão sobre a jurisprudência do momento do cumprimento da pena de prisão.

 

 


 

VOLTAR PARA O ESTADÃO